ASSOCIADOS
ANA LÚCIA MIKOSZ


Analu Mikosz, pseudônimo artístico de Ana Lúcia Mikosz da Nóbrega, nasceu em Curitiba. Após ter vivido em Berlim até 2006, instalou recentemente seu ateliê em Brasília.
Pintora e fotógrafa, concluiu o mestrado em pintura no ano de 2002, na Academia Superior de Belas Artes de Varsóvia, no ateliê do professor Zbigniew Gostomski. Posteriormente estudou fotografia no Instituto Antonio Gaudi em Lima, Peru, com o professor Antonio Ramos.
Realizou inúmeras exposições desde 1996, destacando-se, entre elas: "Ensad 96 " Escenografias", Hall do Instituto Cultural América-Peru, Lima, Peru (1996); "Tierra de Todos: El Água", Hall do Instituto de Fotografia, Lima, Peru (1997); "Flores " 16 Formas de Percepção", Casa da Cultura Laura Alvin / Funarj, Rio de Janeiro (1999); "Espaços e Sombras", Art Agency Gallery of the Warsaw Academy of Fine Arts, Varsóvia, Polônia (2002); "Sem título", Galeria Foksal, Varsóvia, Polônia (2002); "Espaços", Espaço Cultural Renato Russo, Galeria Parangolé, Brasília (2003); "Sem título", Exposição comemorativa do acesso da Polônia na União Europeia, Embaixada da Polônia, Brasília (2004); "Memória e arte", Galeria da Hebraica, São Paulo (2005); "Quatro Ventos", Galeria Nini Barontini, Curitiba, Paraná (2006).
Possui obras em coleções particulares na Europa, no Brasil e no Museu de Arte do Parlamento de São Paulo.




CURSOS:

-Fotografia-Escola Superior de Fotografia Antonio Gaudi-Lima-1997-1998.



-Graduação e Mestrado em Pintura na Academia de Belas Artes de Varsóvia-1988-1991 e 2000-2002.





EXPOSIÇÕES SELECIONADAS:

-"ENSAD 96-Escenografias"-Exposição coletiva-Fotografias do cenário da peça "Roberto Zucco-Se Busca" de Bernard Marie Koltes-Galeria de Exposições do "Instituto Cultural Peruano Norteamericano"-dezembro de 1996-Lima-Perú.



-"TIERRA DE TODOS:EL ÁGUA"-Exposição coletiva de fotografia-Salão de Exposições do Instituto de Arte Fotográfica-abril a maio de 1997-Lima-Perú.



-"FLORES-16 FORMAS DE PERCEPÇÃO"-Exposição coletiva de fotografia- Casa de Cultura Laura Alvim/FUNARJ-julho a agosto de 1999-Rio de Janeiro.



-ESPAÇOS E SOMBRAS-Exposição individual de pintura e fotografia-Galeria da Agência Artística da Academia de Belas Artes de Varsóvia-Varsóvia/Polôniajunho de 2002.



-"SEM TÍTULO"-Exposição individual de pintura e fotografia-Galeria Foksal- Varsóvia/Polônia-setembro a outubro de 2002.



-"ESPAÇOS"-Exposição individual de pintura e fotografia-Espaço Cultural Renato Russo, 508 Sul-Galeria Parangolé-Brasília/DF-maio a junho de 2003.



-"SEM TÍTULO"-Exposição individual de pintura e fotografia e palestra sobre a trajetória pessoal da artista, por ocasião do Ingresso da Polônia para a União Européia-Galeria da Embaixada da República da Polônia-Brasília/DF-maio de 2004.



-PRODUÇÃO E CURADORIA da Exposição do Grupo "The Art Gallery" em Brasília-Teatro Nacional Cláudio Santoro de Brasília/DF-Mezanino da Sala Villa Lobos de 09 de junho a 11 de julho de 2005.



-"MEMÓRIA E ARTE"-Exposição de fotografia e pintura, conjunta com o artista plástico chileno Bernardo Korzeniak-Galeria de Arte "A Hebraica"-São Paulo/SP-de 06 de outubro a 08 de novembro de 2005.



-"QUATRO VENTOS"-Exposição de fotografias e pintura conjunta com os artistas paranaenses integrantes do Grupo "The Art Gallery", Attila Wensersky, Antar Mikosz e Nelson Padrella-Galeria Nini Barontini-Curitiba/PR-de 17 de outubro a 30 de outubro de 2006.



-"OLHAR DO SUL"-Exposição de pintura conjunta com os artistas paranaenses integrantes do Grupo "The Art Gallery", Attila Wensersky, Antar Mikosz e Nelson Padrella-Salão de Exposições da Embaixada do Brasil-Berlim/Alemanha-de 15 de maio a 15 de junho de 2007



-"Participação no livro "ART GALLERY IN BRAZIL-Panorama da Arte Atual". Edição 2011. Editora Art Club.



-"ART GALLERY IN BRAZIL 2011"-Exposição Coletiva de Pintura por ocasião do lançamento do livro "ART GALLERY IN BRAZIL-Panorama da Arte Atual"-Galeria de Arte do Templo da Boa Vontade,LBV-Brasília/DF-de 11 a 26 de agosto de 2011.



-"PLANOS E PERSPECTIVAS"-Exposição individual de fotografia e de pintura-Espaço Cultural V Centenário, Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo/SP-de 17 de outubro a 29 de outubro de 2011.



-"PLANOS E PERSPECTIVAS"-Exposição individual de fotografia e de pintura-Espaco Cultural CRC de São Paulo/SP-de 03 de novembro a 02 de dezembro de 2011.



-"PRÊMIO INTERARTE"-Outorgado pela Academia de Letras de Goiás com apoio da LITERARTE-Categoria Melhores Obras Contemporâneas- Goiânia/GO-17 de novembro de 2011.



-"ARTE BRASILIS"-Exposição Coletiva de Pintura-Galleria ZANON di Roma em Parceria com a Galleria Spazio Surreale de São Paulo-Galleria Zanon di Roma/Roma/IT-de 19 de janeiro a 10 de fevereiro de 2012.



-"IX BIENNALE D'ARTE INTERNAZIONALE DI ROMA"-Participação com 3 Fotografias-Sale Del Bramante-Abertura 21 de janeiro de 2011.





2)CRÍTICA E BREVE BIOGRAFIA:



04/08/2011 11h59

Museu de Arte do Parlamento de São Paulo - Analu Mikosz



Emanuel von Lauenstein Massarani


O dado que imediatamente chama a atenção na obra de Analu Mikosz é a extrema coerência de estilo. Trata-se de uma continuidade de intenções expressas como resultado de uma grande pesquisa formal.
Sua ansiedade criadora abre uma brecha metafísica sobre o poder de edificação das metrópoles no mundo com os consequentes e inúmeros problemas de espaços que a vida das cidades de hoje apresentam.
Analu Mikosz consegue criar um mundo novo, onde a paisagem elaborada geometricamente sóbria se delineia através de fugazes tonalidades, constituindo, assim, verdadeiros ritmos cromáticos.
Os volumes fechados, as cores fortes e vivas, mas nunca brilhantes, projetam uma perspectiva bem tridimensional, longe de todo e qualquer conceito acadêmico, sem dúvida reveladores de um anticonformismo. Embora harmoniosa, numa ordem que se denuncia geométrica, sua criação evidencia uma simetria que leva ao infinito quase a coordenar o "esprit de geometrie" com ritmo e tensão.
Excelente fotógrafa, Analu Mikosz transfere para a tela sua criatividade através de portais, arcos e pórticos pintados a óleo que, como bem afirma Agnieszka Skalska, "nos insinuam uma ilusão de profundidade e uma atmosfera misteriosa". Nas imagens por ela captadas da arquitetura urbana na tela, planos e perspectivas são reforçados por uma delimitada gama cromática.
O tríptico "Viaduto Ciclo Azul", doado ao acervo do Museu de Arte do Parlamento de São Paulo, revela perfeitamente a capacidade da artista de criar uma sólida simbiose entre dois meios de expressão artística tão em voga em nossos dias: fotografia e pintura.





Contato: analuciamikosz@mikosz.com.br
 
Associados
Proximos Eventos
Literarte © 2013
EtiServer